Caminhar com o Ressuscitado!

Estimados irmãos e irmãs em Cristo! A Palavra de Deus abre a nossa mente e coração para compreendermos o mistério central da nossa fé: a Páscoa da morte e ressurreição do Senhor Jesus.

 

Como discípulos e discípulas do Ressuscitado, vivemos a realidade da vida marcada por experiências agradáveis e outras que nos ferem profundamente, a ponto de deixarem cicatrizes no nosso coração, que nos acompanham por toda a vida. Viver a fé, como discípulo ou discípula do Ressuscitado, é crer e ter disponibilidade no coração para colocar-se a caminho, mesmo se, às vezes, a mente e o coração não conseguem perceber que o Senhor está ao nosso lado, e nós não conseguimos sentir a sua presença, porque preocupados com o que está acontecendo no nosso pequeno mundo interior, podemos não ter disponibilidade para escutá-lo, quando ele fala ao nosso coração.

 

O Ressuscitado que caminha conosco, mesmo em meio às nossas desilusões, nos deseja a paz, e sua presença silenciosa enche o nosso coração de esperança, porque não nos sentimos sozinhos nem abandonados no peregrinar da vida. Mesmo nos momentos mais difíceis, quando a dor nos fere, a fé vacila e o desânimo quer se apossar da nossa vida, o Ressuscitado continua caminhando ao nosso lado, nos sustentando com sua mão, para não cairmos no desespero ou perdermos a esperança em relação ao futuro.

 

Seremos discípulos e discípulas do Ressuscitado, na realidade de hoje, se a nossa alegria e nossa admiração por ele forem capazes de comprometer a nossa vida, acolhendo no coração o convite à solidariedade, para irmos ao encontro das necessidades dos outros, não como um peso, mas como oportunidade de transfiguração e de oferta da própria vida, que o Senhor Jesus Ressuscitado nos oferece.

 

Em cada situação, o caminho do outro e suas necessidades, quando acolhidos em nosso coração, podem ser uma oportunidade para os dons de Deus tocarem a nossa vida. Porque nenhuma palavra ou gesto podem traduzir tudo o que acontece conosco melhor do que a palavra que o Senhor Ressuscitado dirige aos seus discípulos e também a nós: “A paz esteja convosco!” (Lc 24,36).

 

A chama desta fé, que pode estar enfraquecida ou fragilizada no teu coração, porque não foi alimentada nos passos da tua peregrinação existencial, pode fazer uma grande diferença na realidade da tua vida. A chama da fé, na vida dos discípulos e discípulas do Ressuscitado, lhes dá condições de ter serenidade, de manter a paz, mesmo em meio às provações mais duras, que ferem o corpo e a alma, porque no coração cultivam a esperança de que o Ressuscitado caminha ao seu lado e os sustenta com a sua Palavra e o Pão da Vida.

Bispo Diocesano de Caxias do Sul